Innovation

Abr.
2017

INRA e Groupe Roullier: parceiros a serviço da Nutrição Animal e Vegetal

INRA e Groupe Roullier: parceiros a serviço da Nutrição Animal e Vegetal

Escrito por Groupe Roullier / publicado em Inovação

Ambos atores essenciais para a Nutrição Vegetal e Animal, o Groupe Roullier e o INRA estão trabalhando juntos em vários temas, todos visando o mesmo objetivo: inovar para uma agricultura sustentável.

 

Presente no território francês em vários locais, o Instituto Nacional de Pesquisa Agronômica (INRA - Institut de la Recherche Agronomique) é reconhecido como sendo o primeiro Instituto de pesquisa agrícola na Europa e a segundo em ciências agrárias no mundo.

Fieis à exigência de excelência do Grupo, os pesquisadores do Centre Mondial de l’Innovation Roullier trabalham em estreita colaboração com os engenheiros do INRA em diferentes assuntos. No campo da Nutrição Vegetal, ressaltamos principalmente a parceria relativa à estufa de fenotipagem, única no mundo no setor privado. Muitos outros assuntos específicos em torno das 4 teses atuais também estão produzindo parcerias, como a pesquisa sobre a adaptação das plantas ao meio ambiente, os estudos sobre o impacto das alterações climáticas com as mudanças na produtividade do campo e o uso da imagem aplicada ao acompanhamento do desenvolvimento das plantas. Essas pesquisas também envolvem a nutrição nitrogenada e fosfatada, bem como o estresse biótico e abiótico.

 

No setor da Nutrição Animal, a parceria está ligada principalmente ao fornecimento de pesquisadores no P&D do Grupo voltados para o suco de rúmen fresco nos testes sobre a digestibilidade. Estes testes são possíveis em função da oferta pelo INRA, em Rennes, de um rebanho de vacas fistuladas da fazenda Mejusseaume. Há um estudo em andamento sobre a nutrição cálcica de vacas, fruto da colaboração de várias subsidiárias do Grupo com pesquisadores do INRA.

 No último Salão da Agricultura de Paris, durante o "Encontro com o INRA", Sylvain Pluchon, responsável por ferramentas agrícolas do CMI, interveio com os seguintes temas: "Inovações para 2025 para os setores vegetais: caracterização de plantas, seleção e usos", bem como "a fenotipagem em banda larga para caracterizar as plantas". Essa intervenção vem ressaltar a importância da colaboração do Grupo com o INRA.

Compartilhar o artigo : TWEETER LINKEDIN FACEBOOK GOOGLE +